20Set2023

Os acordos de comércio livre reforçariam a autonomia estratégica da União Europeia

Os acordos em negociação com a Austrália e o Mercosul aumentariam a influência da União Europeia no comércio mundial e reduziriam as desvantagens competitivas com a China e os Estados Unidos.
 

Os acordos de comércio livre reforçariam a autonomia estratégica da União Europeia

A União Europeia enfrentará nos próximos meses novas rondas de negociações para fechar acordos de livre comércio com o Mercosul e a Austrália. A assinatura destes acordos alargaria consideravelmente a influência da União Europeia no comércio mundial, melhoraria a sua autonomia estratégica e resiliência económica, reduziria as desvantagens competitivas com a China e os Estados Unidos na América Latina e na Oceânia, diversificaria as cadeias de abastecimento e ajudaria a cumprir os ambiciosos objetivos de sustentabilidade europeus.

 

O acordo com o Mercosul seria o maior fechado até agora em termos de redução tarifária: eliminaria 91% das tarifas que pesam sobre as exportações europeias para a região, o que significaria uma economia estimada de 4.500 milhões de euros para as empresas europeias. Além disso, criaria a maior zona de comércio livre do mundo, abrangendo cerca de 720 milhões de pessoas, permitindo à União Europeia diversificar as suas cadeias de abastecimento, reduzir a sua dependência da China e cumprir os seus ambiciosos objetivos de sustentabilidade, tendo acesso prioritário às matérias-primas e outros produtos de base oferecidos pela região. Em particular, o Mercosul tem um grande potencial para a produção e exportação de hidrogénio verde a preços competitivos e a Europa é um dos seus principais mercados potenciais. No caso dos países que compõem o Mercosul, um acordo reduziria a sua dependência dos Estados Unidos, a influência da China e o acesso dos consumidores a produtos mais baratos fabricados na Europa. 

 

O acordo com a Austrália, com potencial para se tornar um parceiro-chave da União Europeia, abriria um mercado de 450 milhões de consumidores e o acesso a reservas abundantes de lítio, cerca de metade da produção mundial, cobalto, titânio, paládio, níquel, zinco e terras raras, que são fundamentais para se avançar em direção aos ambiciosos objetivos de digitalização e sustentabilidade que a União Europeia estabeleceu. Além disso, o país austral tem grande potencial para a produção de hidrogénio verde para a descarbonização da indústria pesada europeia. Para a Austrália, um acordo com a União Europeia permitir-lhe-ia diversificar-se depois de o seu principal parceiro comercial, a China, ter imposto bloqueios a numerosos produtos agrícolas australianos. 

 

Apesar da vontade geral de todas as partes em concluir estes acordos, ambas as negociações voltaram a complicar-se antes do verão devido, por um lado, à relutância do setor agrícola em alguns Estados-Membros (nomeadamente a França, Irlanda e Países Baixos) e, por outro, às novas exigências ambientais da União Europeia. Apesar dos recentes contratempos, há perspetivas de acordo em ambos os casos, uma vez que todas as partes continuam publicamente empenhadas em assiná-los antes do início de 2024. No caso da União Europeia, a celebração de qualquer acordo exigirá a ratificação por parte de cada um dos 27 Estados-Membros.

 

Sobre a Crédito y Caución


Crédito y Caución é uma das marcas líderes em seguro de crédito interno e de exportação em Portugal, com uma quota de mercado de 22%. A Crédito y Caución contribui para o crescimento das empresas, protegendo-as dos riscos de incumprimento associados a vendas a crédito de bens e serviços. A marca Crédito y Caución também está presente em Espanha e no Brasil. No resto do mundo opera como Atradius. Somos um operador global de seguro de crédito presente em mais de 50 países. A nossa actividade consolida-se no GCO.
 

Notícias de Análisis CyC

OIARTZUN KREDITU ASEGURUAK SL

Agência exclusiva n.º 20004

Foto perfil agente

Acrescentar contacto à agenda

Esta página web usa cookies

Utilizamos cookies de terceiros para fins analíticos (produzindo estatísticas baseadas nos seus hábitos de navegação), personalização (para lembrar o idioma ou as configurações preferidas da web) e publicidade comportamental (para desenvolver perfis e oferecer publicidade adaptada às suas preferências de navegação).

Poderá configurar o uso desta tecnologia. Poderá também modificar ou retirar o seu consentimento a qualquer momento, clicando em "Declaração de Cookies"..

 

Marketing

Os cookies de marketing são utilizados para rastrear os visitantes dos sites. A intenção é exibir anúncios que sejam relevantes e atraentes para o utilizador individual e, por conseguinte, mais valiosos para os editores e anunciantes terceiros.

Necessárias

Os cookies necessários ajudam a tornar um site utilizável, ativando funções básicas como navegação na página e acesso a áreas seguras do site. O website não pode funcionar corretamente sem estes cookies.

Estadísticas

Os cookies estatísticos ajudam os proprietários dos sítios Web a compreender como os visitantes interagem com o sítio Web, recolhendo e fornecendo informações de forma anónima.

Preferências

Os cookies de preferências permitem que o site se lembre de informações que alteram a forma como o site se comporta ou é apresentado, tais como o seu idioma preferido ou a região em que se encontra.

Cookies de mapa

Os cookies de mapa permitem que a página salve informações sobre seleções no mapa