23Nov2022

O comércio a retalho enfrenta uma Black Friday decisiva

Em muitos mercados, o excesso de existências em stock irá provocar uma redução agressiva das margens e um agravamento do risco de crédito.
 

O comércio a retalho enfrenta uma Black Friday decisiva

O comércio retalhista enfrenta, em todo o mundo, uma das suas datas anuais mais relevantes. As ofertas e os descontos da Black Friday, que se prolongam durante o fim de semana até à segunda-feira tecnológica (a Cyber Monday), são consideradas o início de um dos períodos de maior intensidade comercial associado às compras de Natal. De acordo com as previsões da Crédito y Caución, as vendas do comércio a retalho vão sofrer uma contração em 2022 e 2023, na maioria dos mercados próximos. O crescimento negativo dos salários e o aumento generalizado da inflação estão a gerar em todo o mundo uma reação de redução das despesas dos consumidores ao que é essencial. Devido aos problemas com a cadeia de fornecimento, muitos retalhistas reforçaram os seus inventários, que alcançaram níveis recorde. A principal preocupação de muitos perante a evolução do consumo é que se vejam em mãos com um excesso de stock, pelo que é legítimo esperar alguns descontos mais agressivos. Isto traduz-se em maiores custos de armazenamento, margens menores e um agravamento do risco creditício.  

 

Em Espanha, é provável que o nível de gastos na Black Friday seja similar ao de 2021 devido ao efeito da inflação, mas em termos reais vão vender-se menos unidades. Os produtos de preço mais elevado são os que mais irão sofrer uma queda no consumo. O aumento do comércio eletrónico observado durante a pandemia é agora uma tendência estrutural. "Desenvolver canais digitais eficazes é agora uma necessidade”, explica a Unidade de Grandes Riscos da Crédito y Caución. Para assegurar a sua sobrevivência a médio prazo, “os retalhistas mais pequenos devem especializar-se e centrar-se em melhorar a experiência de compra, tanto na loja como no online".

 

Em França, é esperada uma descida das vendas tanto na Black Friday como na temporada natalícia, em especial nos artigos não essenciais. A curto e a médio prazo, a maioria dos retalhistas enfrenta uma descida das vendas e um estreitar das margens. Prevê-se um aumento da morosidade e um incremento das insolvências de cerca de 30% em 2023 face a 2022, o que afetará principalmente as empresas mais pequenas. A despesa dos consumidores também está a diminuir e os retalhistas não esperam bater nenhum recorde de vendas na Black Friday. É provável que os produtos eletrónicos atraiam a maior parte da atenção dos consumidores. Os descontos podem ser relevantes entre alguns retalhistas, mas outros têm o problema contrário devido aos atrasos na entrega de mercadorias provenientes da Ásia e ao aumento dos custos dos transportes. Prevê-se que as insolvências no setor aumentem 25% em 2023, no comparativo com o ano anterior. 

 

Nos Estados Unidos também são esperados atrasos nos pagamentos e aumentos nas insolvências em 2023, apesar de que há maior otimismo que na Europa quanto às perspetivas de vendas na Black Friday e no período de Natal. O setor espera um aumento das despesas em relação a 2021. A eletrónica é uma categoria com excesso de existências, pelo que é de esperar descontos agressivos, mas prevê-se que o têxtil seja o artigo mais popular este ano. No Reino Unido, os resultados da Black Friday e da campanha natalícia vão ser decisivos para muitos retalhistas. A recessão afeta todos os âmbitos do setor, que já regista um forte aumento das insolvências. Em 2023, não é de descartar um novo aumento de dois dígitos face ao ano anterior.

 

Sobre a Crédito y Caución


Crédito y Caución é uma das marcas líderes em seguro de crédito interno e de exportação em Portugal, com uma quota de mercado de 22%. A Crédito y Caución contribui para o crescimento das empresas, protegendo-as dos riscos de incumprimento associados a vendas a crédito de bens e serviços. A marca Crédito y Caución também está presente em Espanha e no Brasil. No resto do mundo opera como Atradius. Somos um operador global de seguro de crédito presente em mais de 50 países. A nossa actividade consolida-se no Grupo Catalana Occidente.
 

Notícias de Análisis CyC

Crédito y Caución
Crédito y Caución @CyCPortugal
EMILIO ANTONIO CARRIZOSA

Agência exclusiva n.º 8142

Foto perfil agente

Acrescentar contacto à agenda

Esta página web usa cookies

Utilizamos cookies de terceiros para fins analíticos (produzindo estatísticas baseadas nos seus hábitos de navegação), personalização (para lembrar o idioma ou as configurações preferidas da web) e publicidade comportamental (para desenvolver perfis e oferecer publicidade adaptada às suas preferências de navegação).

Poderá configurar o uso desta tecnologia. Poderá também modificar ou retirar o seu consentimento a qualquer momento, clicando em "Declaração de Cookies"..

 

Marketing

Os cookies de marketing são utilizados para rastrear os visitantes dos sites. A intenção é exibir anúncios que sejam relevantes e atraentes para o utilizador individual e, por conseguinte, mais valiosos para os editores e anunciantes terceiros.

Necessárias

Os cookies necessários ajudam a tornar um site utilizável, ativando funções básicas como navegação na página e acesso a áreas seguras do site. O website não pode funcionar corretamente sem estes cookies.

Estadísticas

Os cookies estatísticos ajudam os proprietários dos sítios Web a compreender como os visitantes interagem com o sítio Web, recolhendo e fornecendo informações de forma anónima.

Preferências

Os cookies de preferências permitem que o site se lembre de informações que alteram a forma como o site se comporta ou é apresentado, tais como o seu idioma preferido ou a região em que se encontra.

Cookies de mapa

Os cookies de mapa permitem que a página salve informações sobre seleções no mapa